Costa Gomes: O Último Marechal

Livro PDF Gratuito À Conversa Com


Livro PDF Gratuito À Conversa Com

AvaliaçãoAvaliação
Título do livroÀ Conversa Com
LínguaPortuguês
ISBN978-9896140595
Formatos disponíveisPDF, EPUB, MS WORD, iBOOKS, TORRENT, Audio
Tamanho do arquivo19.11Mb
Número de páginas320
Data de lançamento2007/03/28
Já baixou7132

Baixar livro Leia online

Download em progresso

Por favor, espere...

0%

verificando arquivos quanto à disponibilidade

À Conversa Com

Baixar livro PDF Leia online Baixar livro EPUB Baixar livro TORRENT Baixar livro MOBI
Baixar livro

Ao baixar um livro gratuitamente em nosso site, você confirma que não utilizará os materiais das versões eletrônicas dos livros para fins comerciais.

Baixar livro PDF

À Conversa Com: Descrição do Livro

Por detrás da imagem de figura pública, inerente ao mundo artístico, estão pessoas e percursos de vida. O presente conjunto de entrevistas — cuja selecção deriva, sobretudo, dos conhecimentos pessoais da autora e da disponibilidade daqueles que aderiram ao seu projecto — é uma primeira concretização da tarefa com que Isabel do Valle se propôs valorizar o mundo artístico, dando-nos a conhecer, numa abordagem intimista e personalizada, alguns dos seus intervenientes.


Nestas entrevistas procura-se abeirar o lado pessoal de cada um dos interlocutores, tendo sempre como pano de fundo um olhar sobre a vida, os valores, as convicções, as aprendizagens e as opções que fazem parte do caminho vivencial de cada um. Não é assim de estranhar que, neste primeiro volume de entrevistas, o discurso dos entrevistados extravase o plano do trabalho profissional e incida sobre questões que a todos igualam no plano humano, porque a todos se impõem no confronto com a vida.


Ao valorizarem a dimensão humana, mais do que a imagem mediática de cada entrevistado, as conversas reunidas neste livro lançam um outro olhar sobre aqueles que estamos habituados a conhecer através dos meios de comunicação de massas. Um olhar que, revelando-nos afectos, percursos de vida, hábitos e opções, nos traz uma dimensão pessoal que geralmente não nos é acessível, contribuindo, simultaneamente, para que nos sintamos mais próximos daqueles que de algum modo deixam a marca da sua referência na nossa memória colectiva.


TEXTO DE APRESENTAÇÃO (LISBOA, 26/2/2007)

Um dia, não se sabe exactamente em qual, mas corria o ano de 2006, uma artista alfacinha agora residente no Algarve, resolveu partir em busca dos seus pares e afins, levando na bagagem, para além de uma simpatia congénita e ouvidos de escuta apurada, uma mão cheia de perguntas.
Confessou-me que não sabe bem como tudo aconteceu.

Que um dia, não sabe bem por força de que energias, partiu e foi falar com pessoas.

Levava o coração cheio de vontade de dar — apesar das perguntas que iam na algibeira — e o sonho, ainda enevoado, de poder de alguma forma ser um elo de aproximação e reunião de pessoas que de certo modo vê como família.

Dados os primeiros passos, que é como quem diz, gravadas as primeiras entrevistas o sonhado projecto começou a ganhar corpo.

Foi-se então dedicando aos penoso trabalho de transliterar as entrevistas do suporte áudio em que foram registadas, procurando tornar escorreita a forma escrita em que seriam apresentadas.

E persistiu no sonho, que é como quem diz, continuou as entrevistas, muito ao sabor das possibilidades que conseguia concretizar, muito na contingência da multiplicação dos contactos que se iam avolumando e sempre acarinhando cada entrevistado que juntava a uma lista que já se tornava extensa.

Foi no dia 28 de Junho de 2006 que conheci pessoalmente a Isabel. Tínhamos falado pelo telefone, mas ela insistiu em marcar uma reunião com o editor e em vir apresentar pessoalmente o seu projecto.

Disse-lhe, mais tarde, a propósito dessa momento, que me tinha entrado um «furacão pela porta». E a analogia é exacta.

Incansável na forma de lutar pelo seu projecto, com um coração do tamanho do mundo e com a determinação das grandes mulheres, pusemos mão ao trabalho, seleccionando, corrigindo, idealizando a capa e o formato, enfim, cuidando ao pormenor de tudo.

O sonhado projecto tornara-se agora uma gravidez que gestava com o tempo. Não foram precisos os nove meses, apenas oito. E o «rebento» — como a partir de então lhe chamámos — não nasceu prematuro. Teve o tempo necessário para amadurecer o sorriso com que se quis tornar público. E, eis-nos aqui, pela mão da Isabel do Valle com um projecto que do sonho passou à realidade.

Mas, contada em termos breves a história que originou este livro, vejamos agora o próprio livro nas caraterísticas que mais o identificam.

Ele agrega um conjunto de 45 entrevistas que a Isabel do realizou durante o ano de 2006 a diversas figuras públicas, na sua maioria artistas, e representa o primeiro passo de um projecto que eu sei que a autora gostaria de ver continuado em outros volumes de entrevistas e com outros entrevistados.


Em linhas gerais as entrevistas tem o propósito de nos dar a conhecer um outro lado dos entrevistados.

Todos são personalidades públicas que se destacaram no mundo das artes da comunicação social, da cultura e que, de um ou de outro modo, entraram na constelação das referências da nossa memória colectiva.

São conhecidos do grande público pela sua actividade profissional, pelo seu empenhamento para com a cultura e pela notoriedade dos percursos que foram desenvolvendo.

No entanto, não é a dimensão de notoriedade pública aquela que a Isabel explora nestas entrevistas. Pelo contrário, ela prefere aguardar nos bastidores e conversar com os seus interlocutores num plano em que estes se mostram como pessoas entre pessoas, com percursos individuais concretos, com vivências, com valores, com lutas, com balanços positivos e negativos, com desabafos, etc. — ou seja, num plano em que revelam a sua humanidade.

Parece-me, com efeito, que uma das características destas entrevistas é a abordagem extremamente humana que a Isabel imprime às suas conversas e o modo como, através das suas perguntas, acaba por desocultar um lado mais pessoal da vivências dos entrevistados no aquém da sua actividade profissional.


Não é assim de estranhar que encontremos uma moldura filosófica no seu modo de perguntar e que faz do horizonte amplo do sentido da vida o quadro de referência mais importante para a escuta dos seus entrevistados.

Parece-me que é precisamente isso que passa na maior parte das questões que recorrentemente são colocadas nestas entrevistas. Deixem-me dar-vos algumas pistas.


A questão da vocação.

Assumindo que no universo dos entrevistados a questão da vocação é decisiva — e de facto, parece ser um dado mais ou menos pacífico que só pela força de uma vocação e de uma sensibilidade específica se persiste em ser artista e culturalmente interventivo e dedicado — fala-se nestas entrevistas no modo como se descobrem as vocações, nos caminhos mais escorreitos ou mais tortuosos da sua afirmação, das dúvidas, dos riscos e das decisões que em torno da força de uma vocação se podem gerar. A questão da vocação liga-se a duas outras, que são a do talento e da inspiração. Será que o talento é inato, será que é fruto de conquista pelo trabalho, será que está ligado a predisposições naturais aprofundadas pelo trabalho? E a inspiração, de que resulta ela? Poderá a inspiração ser preparada? Poderá a espontaneidade ser potenciada? E quando falta a inspiração mas se tem de apresentar trabalho? O que nos conduz a uma outra questão.


A questão da ligação à profissão.

De que modo se encara a profissão quando se é artista, figura pública ou agente de cultura? Terá de haver um fundo de intensa paixão? Como é que se persiste num caminho em que as certezas quanto ao trabalho e ao seu retorno são a maior parte das vezes precárias? O que faz com que se continue num rumo profissional que não oferece garantias, que exige constantemente aprimoramento técnico e criativo e em que cada trabalho é um projecto e um desafio? O que leva a optar por essa forma de vida, que insistência a norteia, que devoção? E, nos momentos de balanço, que força faz persistir, mesmo na ausência de reconhecimento e de compensações económicas? Como é que cada um se relaciona com a forma de vida que ser artista é? O que nos conduz a uma outra questão.


A condição do artista profissional em Portugal.

Numa sociedade em que o economicismo leva a quantificar todos os valores, que condições de vida têm aqueles que promovem valores espirituais, que educam para a cultura e para a sensibilidade, que procuram reconduzir o olhar para formas que potenciam o crescimento humano e que estimulam o seu apuramento? Num mundo em que a educação tende cada vez mais a reduzir-se a um adestramento para a produção e numa sociedade em que a viabilidade económica se tornou estação primeira na ponderação de qualquer projecto, como são acolhidos e tratados os artistas? Sentem-se apoiados ou vêem-se numa eterna cruzada quixotesca? A sua profissão é socialmente acolhida e valorizada, ou têm de rumar sempre em contramaré, numa luta a retomar em cada dia, num esforço apenas alimentado pelo sonho? No caso específico de Portugal, como é que neste país se sentem tratados os artistas, que condições e oportunidades lhes são, ou não, proporcionadas, que expectativas nutrem? A esta questão liga-se uma outra recorrentemente referida nestas entrevistas, e que é a do significado do aplauso. Regra geral, podemos verificar que para os profissionais das artes, o aplauso é o nutriente por excelência da sua actividade profissional, a manifestação de apreço que faz sentir que, apesar de tudo, vale a pena continuar a fazer do trabalho um meio de oferecer e de levar algo aos outros. Mas, se o aplauso tem um significado enorme e reforça o espírito dos profissionais, o facto é que ele nem sempre significa um reforço na mesa familiar em que se partilham as refeições ou uma disponibilidade acrescida de apoio material aos que amamos… Como é ser, e como vivem, os artistas em Portugal? O que nos leva a duas novas questões.


O que move estas pessoas, como encaram a vida?

Trata-se de uma pergunta de fôlego amplo que abre para as mais diferentes respostas e colocações. A tal dimensão filosófica que atrás referi emerge explicitamente aqui. Que sentido tem a vida? Que sentido e orientação trabalha nos gestos quotidianos que se aglutinam nas semanas, nos meses, nos anos? O que polariza o movimento e a persistências dos percursos que cada um desenvolve? Que referencialidade última enquadra um percurso de vida? O que nos leva a outra questão.


E nos momentos difíceis da vida, a que é que nos agarramos?
A que valores? A que objectivos? A que convicções? A que força?
Uma vez mais a pergunta incide naquele nível que a todos torna iguais, mas permite desocultar a especificidade das incidências de cada entrevistado.


No mesmo sentido, vão as perguntas sobre o modo de lidar com a solidão, com o envelhecimento ou com a morte.


Em jeito de balanço, quero dizer-vos que na maneira como coloca as perguntas e orienta as entrevistas, a Isabel revela uma grandeza humana assinalável, grandeza que ressoa nas respostas dos entrevistados. Não é pois o lado da ostentação e da vaidade que a Isabel alimenta. Pelo contrário é sempre com os olhos postos numa humildade que, ao mesmo tempo que todos torna iguais, permite simultaneamente abeirar a singularidade de cada um. iprolib.info - biblioteca de publicações eletrônicas. À Conversa Com formato completo FB2, TXT, RTF, EPUB, MOBI gratuitamente e sem fazer login no seu telefone Android, iPad, iPhone, computador, laptop, tablet, leitor ou computador. Ampla variedade de gêneros: literatura clássica, ficção científica, fantasia, detetives, mulheres e romances. Biblioteca Eletrônica: iprolib.info, seu líder no mundo dos livros. E isso significa uma imensa capacidade de amar e de acarinhar. E este livro é também um profundo acto de carinho, nutrido do júbilo e do orgulho de valorizar as pessoas que nele são entrevistadas.

Finalmente, o livro representa um importante testemunho, algo que lega uma compreensão mais humana e íntima de muitos daqueles a quem só conhecemos o lado público e para quem a mediatização da imagem acaba muitas vezes por interditar o olhar outro que repara que o mais valioso é, afinal de contas, ser-se pessoa entre pessoas, pessoa para pessoas, ou, em suma, caminho partilhado no cuidado dos afectos, dos valores e dos crescimentos. Esse é o espírito destas entrevistas, essa a hospitalidade genuína da Isabel do Valle.


Rui Grácio

2020/01/28 13:46:45


Escolha a Melhor Edição de À Conversa Com:

À Conversa Com PDFAvaliaçãoDISPONÍVEL
À Conversa Com EPUBAvaliaçãoDISPONÍVEL
À Conversa Com MS WORDAvaliaçãoDISPONÍVEL
À Conversa Com iBOOKSAvaliaçãoDISPONÍVEL
À Conversa Com TORRENTAvaliaçãoDISPONÍVEL
À Conversa Com AudioAvaliaçãoDISPONÍVEL

Como Baixar À Conversa Com?

1

Registre-se gratuitamente por 14 dias
Conta de Avaliação

1

Faça o download de quantos livros quiser (Uso pessoal)

1

Sem compromisso,
cancele a qualquer momento


TEMPO LIMITADO DE OFERTA

INICIAR SUA CONTA GRATUITA Para acessar a Biblioteca de Livros.
Obtenha seus EBooks favoritos incluem PDF, ePub e Kindle.

INSCREVA-SE HOJE GRATUITAMENTE!

Relacionado

Conversa Com Professores

Em tom coloquial, o autor aborda uma série de problemas que exigem respostas dos professores que atuam em diferentes níveis de escolaridade e nas...

Lá Em Casa A Gente Conversa! Conjugalidade E Masculinidade Dos Maridos Das Travestis

Conhecer a conjugalidade das travestis e dos seus maridos, antes de tudo, é ampliar os horizontes para a diversidade. A aproximação com essa forma...

No Descomeço Era O Verbo: Manoel De Barros E A Roda De Conversa Na Educação Infantil

A roda de conversa é uma prática cotidiana na Educação Infantil e inspirou a realização desta obra. Entende-se a roda enquanto espaço potente para...

Conversa Com Professores

Em tom coloquial, o autor aborda uma série de problemas que exigem respostas dos professores que atuam em diferentes níveis de escolaridade e nas...

Lá Em Casa A Gente Conversa! Conjugalidade E Masculinidade Dos Maridos Das Travestis

Conhecer a conjugalidade das travestis e dos seus maridos, antes de tudo, é ampliar os horizontes para a diversidade. A aproximação com essa forma...

No Descomeço Era O Verbo: Manoel De Barros E A Roda De Conversa Na Educação Infantil

A roda de conversa é uma prática cotidiana na Educação Infantil e inspirou a realização desta obra. Entende-se a roda enquanto espaço potente para...

Agentka Kathryn Danceová, odbornice na kinezickou analýzu, dokáže odhadnout lež a vytušit myšlenkové pochody vyšetřovaného s takovou jistotou,...

Mladý čaroděj Tony Foster se stal asistentem režiséra v zácviku usyndikovaného upířího seriálu „Nejtemnější noc“ a jeho filmařská kariérase...

Jednou z novej série pôvabných a vtipných knižiek Všetko, čo chceš vedieť je kniha Ázia, ktorá ti predstaví najväčší svetadiel tak, ako ho...

Hravé úlohy zavedú 5 až 6 ročných škôlkarov do sveta čísel, množstiev a tvarov. Je užitočnou pomôckou pri vytváraní zručností potrebných pri...

Bratislava od vzniku Slovenského štátu po koniec vojny ťažila z nadštandadných vzťahov s Nemeckom. Blahobyt uprostred vojnovej Európy, okázalé...

Publikace mapuje vznik české automobilové legendy – sportovního vozidla Škoda 130 RS.Naleznete zde vývoj vozu a zajímavosti z jeho konstrukce,...

Kniha meditácií začína slovami P. Jozefa Porubčana: „Nauč ma, Kriste, ako žiť, nauč ma milovať! Evanjeliu uveriť, život objavovať. Pod Tvojim krížom,...

Přemýšleli jste někdy nad tím, že byste namísto každodenních povinností odjeli pátrat po své rodinné historii? Snili jste někdy o tom, že byste...

Sportovci se bez nich neobejdou. Stávají často mírně opodál, ale právěe oni bývají důležitým článkem na ceste ke sportovnímu úspěchu. Většinou...

Tajemné přízraky a strašidla, avšak spolu s nimi i docela potrhlá a legrační strašidýlka představuje přízračná, dříve hříšná ale polepšená dívka...

Poutavý milostný příběh se odehrává roku 1946 v Jižní Karolíně. Noah Caulhoun e po druhé světové válce vrací domů, aby začal nový život a obnovil...

Jedenásty zväzok tohto edičného radu, ktorý edične pripravuje Pavel Dvořák s kolektívom historikov pod autorským vedením Dušana Kováča, má dve časti....

Každý obrázek v leporelu ukazuje jednu věc, se kterou se vaše děti běžně setkávají. Objevování a poznávání okolního světa se tak pro ně stane zábavou!

Vzrušujúci a pútavý dej spestrujú na každej strane krátke cvičenia, na ktorých si overíte, či ste správne pochopili text, doplníte a precvičíte si...

Autor se kdysi v jednom rozhovoru prořekl, že některé své pohledy na historii nikdy nemůže zveřejnit, protože by z toho byl skandál. Něco z toho však...

Převratné, motivující, vysoce přesvědčivé. Síla lidskosti je nejvýznamnější a nejaktuálnější výpovědí jedné z...

Publikace je druhým dílem čtyřdílné řady učebnic pro čtyřletá gymnázia. Je zpracována podle osnov pro čtyřletá gymnázia. Uplatní se ale i na dalších...

Interaktívny pracovný zošit s viackrát použiteľnými samolepkami!Chceš byť módnou návrhárkou? V Modelkách nájdeš viac ako 50 šablón a...

Publikace se zabývá ochranou a podporou zahraničních investic v kontextu vyvlastnění. Aktuálnosti tématu nahrává zejména vzrůstající počet...

Často sa mi vyčíta, že som nenapísal obligátne Pamäti. Nuž a či štyri knihy mojich spomienok nageneračných druhov, doplnené Anekdotickým...

Velkorysý projekt podrobné uměleckohistorické topografie Prahy, jehož první díl – Staré Město pražské a Josefov – vyšel v roce 1996 a v...

Boris Filan hovorí, že mesto je jeho les. V novej cestopisnej knihe nám ponúka hneď niekoľko svojich lesov. Vracia sa na známe miesta, objavuje nové....

Antropologie zkoumá člověka jako komplexní bytost a k tomuto využívá poznatků přírodních i sociálních věd. Východiskem studia je pro ni odlišnost...

Mít pevné a štíhlé nohy za měsíc? Proč ne, je to možné! Tato kniha je ideální pro ty, kdo nemají čas chodit do tělocvičen a posiloven a hledají...

Burák vyráží do Paříže na pomoc špionážní agentuře s tajným úkolem. Připojí se k němu Blesk McQueen a oba kamarádi budou muset...

Kniha pojednává o náladách a postojích většinového slovenského obyvatelstva k židovské otázce v průběhu let 1938-1945. Autorka se ve své...

Nová čtrnáctidílná řada učebnic matematiky tematicky pokrývající středoškolské učivo potřebné ke složení povinné maturitní zkoušky z...

Don De Lillo je znám především jako romanopisec – a to ne ledajaký: kupříkladu nejvlivnější americký kritik současnosti Harold Bloom jej...

Poznáš veci, ktoré dostávaš každý deň na papanie? V malej knižočke tvaru kvetinky, ktorá sa zmestí do každých detských rúčok, sa na pestrofarebne...

Mysleli jste si, že o ní víte všechno a že toho k vědění zase až tak moc není? Možná budete překvapeni, kolik toho naše milá známá Marge...

Livro PDF Gratuito Costa Gomes: O Último Marechal

Conversa Com Professores Baixar PDF

Em tom coloquial, o autor aborda uma série de problemas que exigem respostas dos professores que atuam em diferentes níveis de escolaridade e nas...

Lá Em Casa A Gente Conversa! Conjugalidade E Masculinidade Dos Maridos Das Travestis Baixar Ebooks Do Epub

Conhecer a conjugalidade das travestis e dos seus maridos, antes de tudo, é ampliar os horizontes para a diversidade. A aproximação com essa forma...

No Descomeço Era O Verbo: Manoel De Barros E A Roda De Conversa Na Educação Infantil Baixar Ebooks Do Epub

A roda de conversa é uma prática cotidiana na Educação Infantil e inspirou a realização desta obra. Entende-se a roda enquanto espaço potente para...

All rights reserved | Inicio | Mapa do site | DMCA | Contatos